04/04/2011

sim, O Mundo Precisa de Poesia - por Tássia Regino

Tássia Regino, colaboradora deste blog, se manifesta sobre a polêmica levantada  ao site de Maria Bethânia. O título desta postagem pincei dentro do seu texto : sim, O mundo precisa de poesia.
Não consegui mandar email na semana passada, então este conta como o fechamento do mês de março que, como combinado, só mulher fala por aqui !
Para este fechamento, eu trouxe um assunto que tem levantado polêmica: O Site proposto pela Maria Bethânia, O Mundo Precisa de Poesia.
 Eu não sou do ramo, mas como dizia a Clarice Lispector: “eu vim ao mundo incumbida ! ” e resolvi me inscrever entre os que defendem que sim, O Mundo Precisa de Poesia. E mais do que isto, precisa também da poesia lida por uma das maiores artistas do Brasil acessível a todos e todas em qualquer computador do mundo !
O Conceito do site/blog, pouco falado no meio da polêmica, é ser um espaço dedicado à poesia, no qual todos os dias, durante 365 dias de um ano, a Bethânia grava um vídeo novo recitando uma poesia e isto fica disponível na rede mundial de computadores, com direitos de imagem cedidos pela eternidade.
Viabilizar o site significa levar para todos, todos os dias, algo como o que a Bethânia vem fazendo no Espetáculo “Bethânia e as Palavras", quando ela declama poesias entremeadas por canções, e sobre o qual ela diz: "A cada dia que faço essa leitura, sinto vontade de agradecer. (...) Sinto que é um privilégio aos 64 anos, 46 deles dedicados ao meu ofício, poder realizar essa leitura. É um sonho. E eu não quero mais da vida do que os meus sonhos. (...) Agradeço sempre comovida aos mestres, professores e seus alunos, artistas e a cada um dos senhores que comigo vêm compartilhar esse exercício de delicadeza. Obrigada por me ajudarem a crer na beleza de ser sempre um eterno aprendiz." Foi após ver este espetáculo que o Hermano Vianna propôs a ela fazer o Site e ela topou.
Imagina isto acessível a todos na rede mundial ! Que instrumento maravilhoso terão as professorinhas dos fins de mundo do Brasil (como minha querida Tia Nesta, que virou encantada nesta semana), que tentam incutir o valor da literatura e da poesia aos seus alunos: Uma poesia diferente a cada dia lida por Maria Bethânia ! E nós outros, os que gostamos de poesia, chegar em casa no final de um dia difícil e ir lá ver e ouvir a poesia do dia !!! Sim, isto é uma coisa que deve receber incentivo público nos termos da Legislação que nós temos.
Como não mandei o email no final de semana passada, já deu tempo outra pessoa mais qualificada do que eu defender o Site: a atriz Fernanda Torres escreveu um artigo ontem (02/04/2011) na Folha, no qual ela faz a conta do que Bethânia cobrou pelo seu trabalho de concepção, elaboração, ação diária e doação "ad eternum" de seus direitos de imagem para veiculação gratuita: R$ 1.643 por vídeo, valor menor  do que muitos outros projetos aprovados, mas não falados. Esta conta mostra que, como diz a Fernanda Torres: “a manchete na primeira página afirmando que Bethânia receberia R$ 1,3 milhão para fazer um blog, apesar de verdadeira, sugere falcatrua e má-fé.”. E não é verdade que há falcatrua, e nem que a pessoa de Maria Bethânia vai receber R$ 1,3 milhão. A conta toda envolve o trabalho dela (que deve sim ser bem pago), mas também a produção dos vídeos, a moderação do Site, a disponibilização e a manutenção na rede e toda a parte operacional que isto envolve ao longo de um ano.
Bom, colocado o assunto, para mostrar que “O Mundo Precisa de Poesia”, eu selecionei três blocos de coisas: Um bloco com o texto da Coluna da Mônica Bergamo do dia 31/03/11, em que ela reproduz algumas falas da Bethânia  no Espetáculo "Bethânia e as Palavras", feito no teatro Faap na semana passada; Outro bloco de poesia de mulheres; e, por fim, o artigo da Fernanda Torres, Demônios, prá quem quiser saber mais sobre porque “o site "O Brasil Precisa de Poesia" se transformou no bode expiatório da encruzilhada da política cultural brasileira.”
Espero que vocês gostem e tenham uma ótima semana com a inspiração da poesia da Flora Figueiredo: “Na dúvida, faça./ O risco faz parte./ A graça está em tentar!
 Tássia

MATÉRIA SOBRE BETHÂNIA NA COLUNA DA MÔNICA BERGAMO
(FSP, 31/03/2011)

"EU NÃO QUERO MAIS NA VIDA QUE OS MEUS SONHOS"
A cantora surge no palco, vazio e mal iluminado, descalça, camisa vermelha, blazer branco, papeis e óculos à mão. Diz que o projeto surgiu há dois anos, quando foi convidada para um ciclo de leituras na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).
"Essa leitura foi criada para casas de ensino, porque acho a idéia de levar expressões artísticas para dentro de uma sala de aula preciosa e linda.
Fiz em vários lugares, sempre recebendo escolas com seus professores e alunos ou indo até eles, o que para mim é uma honra. Recentemente, fiz na casa de Fernando Pessoa em Portugal. Eu li poesia na casa do meu pai, fonte para minha sede, poeta que sustenta minha respiração, o ritmo desassossegado do meu coração."
 *
Canta Caetano Veloso, cita Guimarães Rosa: "Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende". Engata Villa-Lobos, Carlos Drummond, Gil, Luiz Gonzaga, Amália Rodrigues, Chico Buarque, Fernando Pessoa: "Meu mestre, meu coração não aprendeu a tua serenidade/ Meu coração não aprendeu nada/ Meu coração não é nada/ Meu coração está perdido". Declama poesia de Bruna Lombardi: "Eu gosto dos venenos mais lentos/ dos cafés mais amargos/ das bebidas mais fortes/ e tenho/ apetites vorazes (...) você pode me empurrar pro precipício/ não me importo com isso/ eu adoro voar".
 *
Foi uma hora e dez minutos de canções e poesias. Bethânia leu quase todos os textos e passou ao largo da polêmica do blog que pretende criar, e para o qual foi autorizada a captar R$ 1,3 milhão pela Lei Rouanet (a turnê das leituras é um outro projeto, com orçamento de R$ 500 mil financiados pela Icatu Seguros por meio da mesma lei de incentivo). A cada pausa, a plateia aplaudia.
 *
"A cada dia que faço essa leitura, sinto vontade de agradecer", disse a cantora no final. "Agradeço quieta com meu coração apaziguado. Obrigada, minha mãe, minha fonte de força e luz. Sinto que é um privilégio aos 64 anos, 46 deles dedicados ao meu ofício, poder realizar essa leitura. É um sonho. E eu não quero mais da vida do que os meus sonhos. Eu que me sonhei, que eterno dura. É um luxo tudo isso. Mas um luxo útil [risos da plateia]. Agradeço sempre comovida aos mestres, professores e seus alunos, artistas e a cada um dos senhores que comigo vêm compartilhar esse exercício de delicadeza. Obrigada por me ajudarem a crer na beleza de ser sempre um eterno aprendiz."

2 comentários:

Carmen Regina Dias disse...

Tássia, permita-me chamá-la de querida. Sim, querida, que é o Meu gerúndio para Bem querer. Durante todo o tempo da guerrilha contra o site, ou melhor, a verba aprovada pelo MINC para o site de Bethânia, eu estive em alerta, positiva e operante, doela a quem doela, com meus mais de mil seguidores e mais de mil escolhidos por mim,no Twitter, para estar junto, participar, juntar os sentires e pensares de toda essa gente bacana, inteligente, antenada, ilibada, por entender que sáo amigos da minha alma, fazem a eslética acontecer. Sou-lhes eternamente grata pelo privilégio de estar junto.

Pois bem. Vocë me faltou na hora H. Dava pra contar nos dedos das máos os amigos que apoiaram Bethânia. Ao ler-te aqui, todavia, ocorreu-me que fui a tua porta voz. Sim, o mundo precisa de poesia, precisa de emoção, precisa de um jeito novo de olhar para as coisas, um coração para olhar a vida.

Maria Bethânia foi quem despertou em mim o drama que transporto, ela me apresentou Fernando Pessoa como o arauto das multidóes que nos habitam, como também escreveu Whitman. Clarice Lispector foi outro presente que ganhei de Bethânia. Sei praticamente de cor todos os seus primeiros discos, os quais eram réplicas de seus shows.
Cantei, cantei, cantei, e recitei muito pela vida a fora, a voz de Bethania, e sua emoção transcendental ecoando pelos meus labirintos.
Todo mundo merece a mesma chance que eu tive, desde menina ouvindo ouvindo e ouvindo a ternura da vida na voz dessa mulher, geminiana que eu adoro, ascendente escorpiáo e lua em leáo, como eu, como Fernando Pessoa, rss... que bênção,heim.. diz aí...
Estou salvando o blog do Limarco à parte, para poder ler reler e triler o teu artigo. E comentar mais, senti necessidade, uma coisa inexplicável de ouvir ler as coisas que vocë tem a dizer. Minha alma chegou junto nesta hora, este é o sinal.
Quem sabe eu possa segui-la no twitter, todos os dias. Nossos amigos certamente gostaráo de sentir a tua in fluência.

Obrigada, parceira nestes pensares e sentires.

Um grande abraço

Carmen Regina

Nilce Bravo disse...

Eita gente querida,vim garimpar no blog do Marco Lima vejo Tássia e acho Carmem. Obrigada gurias, pelo brinde de tantos assuntos e palavras lindas. Obrigada Marco Lima